Opinião sobre: Governança de TI X Projetos de TI

Ultimamente tenho estudado bastante a relação entre as melhores práticas de Governança de TI (ITIL, Cobit, MOF...) com as melhores práticas de Projetos (PMI, Prince 2...).
Quando utilizar uma, quando utilizar outra, quando os processos são utilizados em conjunto e se realmente são utilizados em conjunto.

Após algumas dúvidas, se podemos utilizar os processos de Governança de TI dentro de um projeto cheguei a seguinte conclusão: os processos de governança não entram em um projeto, ou seja, são coisas distintas tratadas por processos distintos, governança é voltada para processos de rotinas de trabalho e dessa rotina pode ser gerado um projeto no qual pode ser  a aquisição de um produto, inserção de um novo serviço que pode ser uma requisição de mudança ou uma solicitação de nova necessidade, gerando assim um projeto, com gerenciamento de escopo, tempo, risco, aquisição, qualidade, Rh...

Quando é solicitada uma nova necessidade ou uma requisição de mudança, em conjunto com um comitê de mudanças verificamos se será necessário manter as solicitações como um projeto ou como um processo de rotina. Geralmente o critério utilizado para uma mudança ser considerada um projeto se dá pela dificuldade do novo serviço ou instalação de um novo produto, precisando de um gerenciamento especifico para justificar custo, alocar recursos, medir tempo, desempenho, levantamento de requisitos, planejamento, qualidade entre outros itens que fazem parte das melhores práticas de projetos.

Quando se tem todos os itens citados acima levantados, é gerado um documento chamado de DIP (documento inicial de projeto), que pode ser conhecido pelas pessoas por outros nomes como (TAP, RDM, OS). Esse documento contém todo o escopo do projeto, além de todos os tópicos necessários para a execução e aprovação do projeto. Após esse documento pronto, todos os envolvidos devem ler e ter ciência do que será adquirido ou mudado no ambiente para iniciar a execução do Projeto.

Dentro do ITIL temos o Gerenciamento de Portfólio de TI, processo que ajuda a definir os projetos estratégicos que são voltados aos negócios e assim conseguimos priorizar os principais projetos.
Essa é a minha visão sobre as melhores práticas de Governança de TI e Gestão de Projetos de TI.

Segue um bom link para a leitura de Gerenciamento de Portfólio de TI um processo que faz parte da Estratégia de Serviços da ITIL.
http://www.profissionaisti.com.br/2010/08/ferramentas-da-governanca-de-ti-gestao-portfolio-de-projetos/


Certificação ITIL



Ae pessoal hoje eu vou falar um pouco da Certificação ITIL.
Atualmente possuo a certificação ITIL Foundation V2, e estou me preparando para fazer o upgrade para a Versão 3 da ITIL.

Governança de TI é um assunto no qual gosto de me aprofundar e estudar, pois além de ter muitas relações com projetos é diretamente ligado ao negócio da empresa.
Cada vez que estudo algum Framework de Governança eu vejo o quanto as empresas que adotam esse modelo de ferramentas ganham, fazendo do departamento de TI um forte aliado aos negócios além de otimizar os recursos de TI da empresa.

Como temos várias empresas com o nível de maturidade alto para implementar um tipo de framework como o ITIL, temos também várias empresas que não dão valor ao serviço de TI, que enxergam o TI como um mal necessários e não como um aliado ao negócio, como deveria ser.
Essas empresas não fazem idéia o quanto estão perdendo com novas oportunidades e o risco que elas correm em não automatizar o processo, otimizando o seu desempenho tecnológico, podendo perder vários clientes.

A prova da ITIL V2 é uma prova simples, com 40 questões e tendo que obter 65% de acerto. Fiz a minha prova no começo do ano, e em Outubro vou fazer o upgrade. A prova é fácil e estudei por um curso on-line, no qual recomendo, se quiserem conferir o site é www.tiexames.com.br, é um curso completo e aprovado pela EXIN que é a organização que elabora as provas.
Bom espero em Outubro estar compartilhando outra experiência da Certificação da ITIL V3.

Segue minha Nota:
ITIL V2 Foundation: 82%.

Certificação Microsoft

Nesse meu primeiro Post, irei falar um pouco da certificação Microsoft.
Sei que existem centenas de blogs, sites falando da certificação, porém vou falar da experiência que adquiri nos estudos para certificação.
Bom hoje eu sou MCP em Windows XP e em Gerenciamento do Windows 2003 Server, além de ser MCDST.

Meu objetivo é chegar a MCSA na plataforma de certificação Microsoft já que estou focando mais em Projetos e não pretendo chegar no titulo de MCSE.
Bom para tirar a certificação eu fiz um curso oficial da Microsoft preparação para MCSA, na People de Sorocaba, na qual tive um ótimo instrutor o MVP Paulo Dutra, que tem muito conhecimento e deu muitas dicas boas para conseguir a certificação, recomendo os estudos nessa escola.
Após o curso, comprei as apostilas de estudos do Julio Batisti, já que considerei o material de estudos da Microsoft fraco.
Primeiro eu fiz a prova 70-270, que é de XP, prova que eu achei de um nível médio / alto, e que muita gente faz sem estudar, pensando que é fácil e se complica. Pois bem vai uma dica para quem quer fazer este exame: estude, pois caem várias questões na prova que você não mexe diariamente, por mais que trabalhe com suporte e gerenciamento do Windows XP.

Após fazer a prova 70-270, fiz as provas para MCDST que são eletivas para o titulo de MCSA. Essas provas são fáceis, uma vez que estudou bem para a 70-270 a 272/271 dá para marcar logo depois sem precisar estudar em paralelo para as duas.
Depois com o ciclo de provas de Sistema Operacional Cliente completo comecei a estudar para a prova 70-290, que é de gerenciamento de Windows 2003 Server. Estudei basicamente o material do Julio Batisti e alguns simulados, do próprio Julio e outros que peguei na internet.

Essa prova é a mais difícil, porém a melhor para estudar, já que administração de servidores em minha opinião é um assunto mais amplo, e são tarefas que executamos diariamente quando trabalhos com o gerenciamento do Windows 2003 Server.

Bom agora só me resta a prova 70-291 para tirar o titulo de MCSA, prova essa que deverei realizar somente o ano que vem, já que estou focado em fazer o Upgrade da ITIL V3, outra certificação que possuo, na área de governança, que será o próximo tópico que irei comentar.

Segue as minhas notas da Certificação Microsoft:
70-270 (Windows XP): 882;
70-271 (MCDST XP I): 996;
70-272 (MCDST XP II): 992;
70-290 (Windows 2003): 936.

Alguma outra dica que esteja ao meu alcance segue meu e-mail: diegoschmidtsp@gmail.com.
Valeu.

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger